Um Coração na Ponta do Dedo

por Dilvo Rodrigues

Quando esbarrei com a Camila Gontijo numa boate, armei o quadro rapidamente e disparei o click.

-Oi, tudo bem? Meu nome é Dilvo. Eu sou jornalista e tenho um blog de crônicas, no qual escrevo histórias de pessoas e algumas estórias bem fantasiosas também. Você toparia contar um pouco a respeito da sua relação com a fotografia?

– Claro! Anota aí meu número e a gente conversa melhor sobre isso.

Foi simples! Peguei o telefone dela, entrei em contato e marcamos um bate-papo, para assim que ela ficasse menos atribulada no trabalho. Uma duas semanas se passaram, até que a fotógrafa me recebeu no seu estúdio.
Leia mais »

retirado de https://pixabay.com/photos/kids-playing-writing-drawing-1639351/

Primeiros Escritos, Primeiros Rabiscos

Por Dilvo Rodrigues

Não me lembro da primeira vez em que escrevi meu nome por inteiro. Mas, me lembro do nome da garota com quem tive meu primeiro beijo e me lembro das palavras que disse à ela. Sabe, eu pagaria uma fortuna para ter de volta a primeira carta que escrevi para minha mãe, no dia do aniversário dela ou no dia das mães. Tenho certeza que estaria escrito bem torto lá um “Feliz dia Das Mães, Mamãe.”. A primeira do dia dos pais também. Além da homenagem tradicional, aposto que há de se encontrar um desenho de toda família naquele bilhetinho. Se um dia for pai, terei de guardar todas essas coisas que os filhos escrevem pela primeira vez. Vai que ele ou ela, numa noite qualquer, comece a se perguntar também – “Onde estão meus primeiros escritos?”.E aí, depois, para complementar a história deles (e a minha), virá o primeiro texto sobre minhas primeiras sensações de ser pai pela primeira vez e, também, um primeiro texto sobre minhas primeiras sensações de ser pai pela segunda vez. Acho que chega!
Leia mais »